Fale com a Dra. Mônica

ODONTO ESPECIALIDADES

  DESCREVO DE UMA MANEIRA RÁPIDA O QUE JÁ ESTA NO SITE WWW.ODONTOCLINICAMONICA.COM.BR... CONFIE EM SEU DENTISTA! ELE ESTUDOU,SE ATUALIZOU E ESTÁ SEMPRE BUSCANDO APERFEIÇOAR-SE    NAQUILO QUE MELHOR FAZ! CONFIANÇA É TUDO! beijos Dra Mônica SEMPRE!
ESTÉTICA (DENTÍSTICA) Dentísteria ou odontologia estética é o ramo da odontologia que atua na área da cosmética e restauração dental. Entre outros serviços, os profissionais desta especialidade tratam de clareamentos dos dentes, uso de resinas diretas, peeling gengival, facetas e restaurações estéticas. O seu principal foco é a estética, ainda que a restauração de dentes também seja uma medida importante para a saúde individual, já que a permanência de cáries pode causar problemas a vários níveis, além de criar problemas na mastigação dos alimentos. Pesquisa os vários tipos de preparações dentárias, a relação dos materiais restauradores com a estrutura dentária e o resto do organismo, técnicas restauradoras, etc. Tornando possível ao cirurgião-dentista restaurar de forma direta ou indireta a estética e a função dos dentes comprometidos.
 
 CLÍNICO GERAL O cirurgião-dentista ou o médico dentista é o profissional da área de saúde responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças da boca e maxilares, bem como todas as suas estruturas anexas.
 
ODONTOPEDIATRIA É uma especialização da Odontologia que cuida da saúde bucal de crianças.Tem como objetivo preservar a dentição decídua, pois ela é importante para o desenvolvimento da face, uma vez que o alvéolo existe em função do dente e uma vez perdido o dente o espaço se fecha dificutando o nascimento dos dentes permanetes, pois reduz o tamanho do arco dentário, bem como pode provocar a extrusão do dente antagonista quando o osso não acompanha procurando apoio, o que pode reduzir a dimeção vertical do individuo fazendo com que sua arcada fique disforme, podendo ainda causar disfunção na articulação têmporo mandibular. A conservação dos dentes decíduos tambem é importante para o desenvolvimento da fala e traz equilibrio emocional das crianças ao se relacionarem com as demais. Os dentes decíduos são importantes tambem na mastigação de alimentos nos primeiros anos de vida da criança.
 
PERIODONTIA (peri: em volta de, Odonto: dente). É a ciência que estuda e trata as doenças do sistema de implantação e suporte dos dentes. Este aparelho é formado por osso alveolar, ligamento periodontal e cemento. As alterções patologicas do periodonto são chamadas doenças periodontais, como, placa bacteriana, gengivite, periodontite. A função do periodonto é a inserção do dente ao tecido ósseo dos maxilares e conservar a superfície da mucosa mastigatória da cavidade bucal. O periodonto também é chamado de aparato de inserção ou de tecido suporte do dente e estabelece uma unidade funcional biológica e evolutiva que sofre modificações com a idade e com relação às modificações do meio bucal.
 
ORTODONTIA É a especialidade da Odontologia relacionada ao estudo, prevenção e tratamento dos problemas de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento da face, dos arcos dentários e da mordida, ou seja, disfunções dento-faciais.A ortodontia pode ser dividida em ortodontia fixa (com braquetes e bandas coladas aos dentes) e móvel (aparelhos removíveis). No adulto, quando as bases ósseas estão muito discrepantes, indica-se a cirurgia ortognática. Na criança em desenvolvimento estas discrepâncias podem ser tratadas com aparelhos fixos e em alguns casos com aparelhos ortopédicos.
 
ENDODONTIA É a especialidade da odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais, bem como das doenças que os afligem. Em casos de alterações por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, lesões endo-periodontais, necessidades protéticas e outras patologias endodônticas, o tratamento endodôntico (ou o tratamento de canal) está indicado, visando a manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.
 
REABILITAÇÃO ORAL (PRÓTESE DENTÁRIA) É uma especialidade da odontologia denominando o cirurgião dentista especialista como protesista. O seu principal objetivo é a reabilitação bucal, em todas as suas funções: estética, fonética e mastigação. Repõe ou Restaura de forma indireta (por meio laboratorial) os (dentes), por meio de confecção de próteses fixas (coroas em metal, porcelana e materiais poliméricos e pontes) ou próteses removíveis como prótese total, a popular dentadura ou prótese parcial removível) popular ponte móvel; recentemente encontramos próteses modernas produzidas sobre implantes como overdentures, próteses fixas livres de metal (metalfree) e próteses protocolo.
 
CIRURGIA BUCO-MAXILO-FACIAL É uma especialidade da odontologia, que trata cirurgicamente as doenças da cavidade bucal e anexos, tais como: traumatismos e deformidades faciais (congênitos ou adquiridos), traumas e deformidades dos maxilares e da mandíbula, envolvendo a região compreendida entre o osso hióide e o supercílio de baixo para cima, e do tragus a pirâmide nasal, de trás para diante.Dentre as doenças existem os tumores benignos e malignos, os cistos dos maxilares, as provocadas por fungos, vírus, e manifestações associadas a doenças sistêmicas como AIDS, tuberculose, sífilis entre outras. As deformidades faciais são compreendidas desde as seqüelas de doenças como o câncer, os traumas severos, ou distúrbios do desenvolvimento, como as síndromes ou alterações do desenvolvimento como o prognatismo (aumento dos maxilares), micrognatismo (diminuição dos maxilares) ou a combinação delas. A princípio os procedimentos menores incluem as exodontias (extração de dentes) exodontias de dentes não irrompidos, ou que ao se desenvolverem não se acomodaram na arcada devido a falta de espaço, que neste caso é necessário um exame mais detalhado do caso, como radiografias, ou mesmo tomografias computadorizadas para um melhor diagnostico e planejamento cirúrgico. A remoção de cistos do complexo maxilo-mandibular, que são lesões que se desenvolvem dentro do osso e o expandem, contendo líquido no seu interior, desencadeado por diversas causas. Os tumores de pequenas proporções oriundos de glândulas salivares, aumento de volume nas gengivas, ou dos tecidos adjacentes. Correções cirúrgicas para adaptação de próteses, implantes osteointegrados, também compõe esta gama de cirurgias ditas menores.
 
IMPLANTODONTIA É o ramo da odontologia que recupera espaços edentulos através da inserção de proteses radiculares (raizes);que suportarão uma protese de coroa (dente). Isso se dá implantando um parafuso de titânio no interior do tecido ósseo na área onde ficava o elemento dental perdido.O titânio tem a capacidade singular da osseointegração, isto é, incorpora-se ao osso, sobre o implante é colocada a peça protética.A osseo integração deve-se a incapacidade do nosso organismo em detectar o titanio intraosseo; devido a suas caracteristicas bioinertes (Ao se expor ao ar, a superficie do titanio se tranforma em óxido de Ti), não acontece a formação de tecido fibroso em volta do implante, permitindo assim o crescimento osseo ao redor do mesmo, estando em contato íntimo osso e implante.Com a implantodontia são feitas desde reabilitações unitárias ate grandes reabilitações totais fixas ou removiveis.
 
DISFUNÇÃO TEMPEROMANDIBULAR E DOR FACIAL É uma área recente da odontologia. Trata das alterações patológicas da ATM, articulação temporomandibular, e das dores do processo estomatognático e faciais. As DTMs (disfunções temporomandibulares) são alterações patológicas relacionadas à articulação temporomandibular (ATM), que articula o crânio e a mandíbula. Estas articulações funcionam
Voltar

Comentários

Indicações da Dra. Mônica

Essekabe - Desenvolvimento Profissional Odonto Clínica Mônica Digital Face